domingo, 25 de junho de 2017

PORTA DOS FUNDOS É PROCESSADO POR VILIPÊNDIO DA FÉ ALHEIA


O canal Porta dos Fundos costumeiramente faz vídeos ridicularizando os cristãos e personagens bíblicos. No passado, foi inclusive processado por líderes evangélicos por esse motivo, mas acabaram ganhando na justiça, sob alegação que fazem valer sua “liberdade de expressão”.
Contudo, também há previsão legal no Brasil contra o vilipêndio da fé alheia. Ciente disso, o Centro Dom Bosco, uma associação católica do Rio de Janeiro, está pedindo indenização de R$ 5 milhões.
O Dom Bosco entrou com uma ação na 46a Vara Cível do TJ do Rio, denunciando a publicação do vídeo “O céu católico”, onde Fábio Porchat e Gregório Duvivier (ambos ateus) ridicularizam do conceito de Paraíso.
No esquete, Adolf Hitler está no céu, por que teria pedido perdão na hora da morte enquanto outras pessoas estariam no inferno por terem comido alimentos proibidos e trabalhado em dias “santos”. A piada distorce os textos do Antigo Testamento e também afirma que protestantes não entram no céu.
O pedido de reparação da associação católica é de R$ 1 para cada visualização no YouTube. Publicado em outubro de 2016, o material já foi visto quase 5 milhões de vezes. Com informações O Globo
Assista:

terça-feira, 20 de junho de 2017

CLÁUDIO DUARTE PREGA SOBRE IDOLATRIA DENTRO DE IGREJA CATÓLICA E CAUSA POLEMICA...



O pastor Cláudio Duarte ficou bastante conhecido no país devido ao seu estilo bem-humorado. Muitos de seus vídeos fazem sucesso na internet e ele constantemente está com a agenda lotada, fazendo palestras em todo o país.
Sua fama já gerou, inclusive, convites para falar em igrejas católicas. Contudo, nos últimos dias há uma verdadeira campanha contra ele nas redes sociais. Iniciada por grupos católicos descontentes com a maneira como ele se referiu à idolatria, mais especificamente sobre a maneira como os católicos veem Maria, a mãe de Jesus.
Trechos de uma pregação recente, onde ele conta que pregou sobre o tema dentro de uma igreja católica. Ainda que tenha lembrado a todos que Maria foi uma mulher diferente, por ter sido escolhida para gerar Jesus, Duarte reiterou o relato bíblico de que ela não é uma “santa” merecedora de adoração e não poderia ser chamada de “mãe de Deus”.
O pastor reiterou que ela não morreu virgem e que esse é apenas um dogma católico.  As igrejas evangélicas, apesar de respeitarem o papel de Maria na concepção de Cristo, defendem a doutrina bíblica de que ela teve outros filhos e que não possui esse status divino atribuído a ela pela tradição católica.
Ainda que no vídeo em questão, ele não especifique onde fez tais afirmações, a campanha de protesto contra o pastor, onde católicos o acusam de “falso ecumenismo” apontam que teria sido na Paróquia Nossa Senhora Rainha, de Belo Horizonte.
Diferentes páginas católicas nas redes sociais reproduziram o vídeo e pedem que o pastor não seja mais convidado para falar em igrejas católicas, por “respeito a Maria”.  Uma delas é a do conhecido padre Rodrigo Maria, um dos primeiros a se manifestar contra a pregação de Claudio Duarte.
O site Fides Press reclama que “Existe uma profunda desorientação na Igreja. Os nossos pastores (padres e bispos) resolveram por fogo na sacristia e os fiéis? Ahh, esses que inalem as fumaças da confusão de Satanás enquanto riem das babozeiras dos “Omoristas” do evangelho.”
Assista ao vídeo:

PASTOR É EXPULSO DE PROGRAMA DE TV APÓS PISAR EM BANDEIRA GAY



No programa El Interruptor, da rede de TV Via X, do Chile, que foi ao ar nesta segunda-feira (19), o convidado era o pastor Javier Soto. Conhecido por sua postura de enfrentamento da agenda LGBT, ele seria entrevistado pelo apresentador José Miguel Villouta.
Desde o início, Soto deixou claro que estava ali para “defender o que diz a Palavra de Deus”. Para surpresa de Villouta, logo após ser apresentado, o líder religioso começou a fazer uma oração, onde pedia que Deus “curasse quem ele tinha de curar”.
Assumidamente homossexual, o apresentador se disse ofendido pelo gesto do pastor, a quem acusou de tentar “impor” suas crenças e ser mal-educado, uma vez que muitos que estavam assistindo o programa podiam não concordar com suas crenças.
Em tom de desafio, Javier Soto sacou do bolso uma bandeira com as cores do arco-íris, conhecido símbolo do movimento gay no mundo todo. O pastor a colocou como um tapete e disse que costumava usar aquele “trapo de imundícia” para limpar os pés e fazia o gesto para deixar “o programa mais divertido”.
A bandeira trazia a inscrição “candidatos presidenciais que são a favor da agenda diversidade sexual”. O pastor fez questão de dizer “Hoje estamos em uma forte campanha denunciando, como igreja evangélica, os candidatos que estão apoiando esta agenda”.
Isso deixou Villouta ainda mais irritado, fazendo um desabafo: “Eu sou gay, este é o meu programa e isso me parece ser uma falta de respeito”. O líder evangélico insistiu que não estava ofendendo o apresentador, mas insistiu que ele precisava “ser curado, fortalecido e bem aconselhado”.
Ao ouvir os protestos do dono do programa, a diretora de conteúdo do canal, entrou no estúdio e exigiu que o pastor recolhesse a bandeira ou a entrevista não seria feita.
Apesar do visível constrangimento, o pastor Javier Soto disse que não voltaria atrás em sua postura. Ele acabou sendo convidado a se retirar do estúdio e o programa foi interrompido.
Assista:

domingo, 18 de junho de 2017

FESTIVAL CENAS - 2ª ENCENAÇÃO (DAVI E GOLIAS) 17/062017

 
Paz a todos...

Durante os Sábados a Igreja Batista Nova Canaã, está realizando o Festival de Teatro CENAS. Essa foi a Cena da luta Épica entre Davi e Golias descrita no livro de 1 Samuel Cap. 17. 

Próximo sábado Festival Cenas trás Daniel na Cova dos Leões... Estão todos convidados

Igreja Batista Nova Canaã
Rua Ten. Sérvulo de Paula - Próximo a antiga Vitória Eletro.
-A partir das 19:30hrs

domingo, 11 de junho de 2017

DIA DO PASTOR


Paz queridos pastores... Então hoje é o nosso dia.

Ser um Pastor é de fato algo muito complexo, dinâmico, revolucionário, martirizante e sobrenatural.

Não é nada fácil e nem confortável viver no centro dos holofotes. Todos te observam e fazem seus pré-julgamentos tomando atitudes irresponsáveis e insensatas sem ao menos perguntar sua opinião ou se importar com teus sentimentos. Talvez tenha sido por isso que Jesus teve o cuidado de nos alertar sobre as perseguições, injúrias, difamações, traições, ingratidões e outras coisas más que ele próprio passou e que nós passaríamos por amor ao seu nome. 

Todos esses obstáculos e pessoas que atravessam nossa história tem em comum um único objetivo; nos fazer retroceder ou paralisar nossa caminhada. Para os sábios pastores que já entenderam isso, essas mazelas que seguem a vocação se tornam combustível para amadurecer e crescer. Para quem ainda não entendeu, é quase mortal.

Ser o exemplo de todos exige de nós pastores sacrifícios que muitas vezes nos trazem sofrimento e angústia. Pastor é um ser humano como qualquer outro, com seus desejos, fraquezas, fortalezas e debilidades, NÃO SOMOS SUPER-HERÓIS E NEM JESUS CRISTO... temos sentimentos, emoções que necessitam de atenção, temos nossos erros e falhas que necessitam de compreensão, SOMOS HUMANOS.

Bendita a igreja que ama, ajuda e obedece ao seu pastor, ela terá um líder sempre grato e dedicado ao bem estar do seu rebanho. 

Maldita a igreja que tem seu pastor como um estranho ou inimigo. Nesse caso, na maioria das vezes, a igreja estará contra seu líder, principalmente quado este tiver que tomar decisões conclusivas e arrojadas, transformando muitas vezes a convivência e o pastoreio em algo amargo, frio e solitário.

Temos que aprender a conviver, compreender, perdoar, aceitar, corrigir e amar a todos os pecadores com seus más diferentes  níveis de problemas e falhas. Mas isso deve ser reciproco. 

A vida de um pastor não é fácil amigos; Ajudar os necessitados, acolher os viajantes, dar de comer a quem tem fome, de beber a quem tem sede, guiar, ensinar, tratar, cuidar, dormir tarde planejando o melhor sermão ou a melhor estratégia, acordar cedo para trabalhar e prover o sustento da sua família (nem todos os pastores são remunerados por sua igreja - a maioria morreria de fome), estar sempre disposto a ouvir as lamurias e desabafos de quem muitas vezes é um inimigo disfarçado de ovelha, e tantas outras coisas que se mencionadas dariam um livro com as dimensões da própria Bíblia Sagrada.

Acredito na palavra, e ela diz que não há provações, tentações ou dores que não possamos suportar, Deus nos dá o escape, aleluia.

Então nesse dia orarei pedindo a Deus coragem, força, determinação e sabedoria para todos nós, Pastores e Pastoras que com muita bravura se dedicam de forma incansável a propagar e desenvolver os planos de Deus ao redor do mundo.

"Que a graça de Deus, a comunhão e a consolação do Espírito Santo esteja com todos nós não só hoje mas para todo sempre... Amém".

QUE DEUS ABENÇOE A TODOS OS PASTORES E PASTORAS



Pr. Derkian S. Galvão 

FESTIVAL CENAS - 1ª NOITE (A VIDA DE JÓ)




A primeira noite do Festival Cenas foi um sucesso. O grupo Guerreiros da Luz encenou o sofrimento de Jó, descrita no livro de Jó Cap. 1 e 2. Tivemos a presença de vários visitantes e a conversão de 4 pessoas ao evangelho. 
Próximo Sábado dia 17 o Festival Cenas trará a luta clássica de Davi contra Golias, descrita no livro de 1 Samuel.... Estão todos convidados.

quarta-feira, 7 de junho de 2017

CONVITE ESPECIAL...



VEJA O QUE ACONTECEU COM THALLES ROBERTO 2 ANOS APÓS A POLÊMICA

Cantor gospel Thalles Roberto
Cantor gospel Thalles Roberto

O cantor Thalles Roberto voltou a ser destaque em todos o sites de notícias gospel do país, depois que gravou um vídeo se desculpando com seus fãs, quase dois anos após a maior polêmica do seu ministério.

Thalles pediu perdão por ter dito que era melhor que todos os cantores gospel, e por se intitular acima da média.

O pedido de perdão do cantor não convenceu a muita gente, no entanto, apesar de toda a polêmica causada, acabou sendo a chave para um possível recomeço ministerial.


Apesar disso, muitos se perguntavam; O que realmente levou Thalles Roberto a se desculpar pelo que disse?

Entenda 

Tudo começou meses antes da polêmica frase "Acima da média" se tornar pauta dos sites de notícias gospel e tabloides seculares.
Thalles Roberto era sócio de Doninha, seu empresário, e faturava em média R$1 milhão de reais por mês. 


Os valores eram oriundos de cachê de participação em eventos, publicidade, Ecad (Royalt's que os compositores recebem por terem suas músicas reproduzidas em rádio, TV e alguns shows".
No auge do sucesso, o apóstolo Estevam Hernandes, líder da Igreja Renascer em Cristo, propôs a Thalles uma parceria empresarial.   



A proposta seria, Thalles se desligar de Doninha (seu empresário), e passar a ser empresariado pelo apostolo Estevam.
A vantagem, é que o apostolo está por trás de várias Marchas pra Jesus, possui apoio de várias prefeituras para a realização de eventos, e isso renderia um bom negócio para ambos.
Thalles Roberto então, não aceitou a proposta e continuou subindo cada vez mais os degraus da fama.
Aparecendo na TV constantemente, tudo parecia sólido demais.

A queda de Thalles Roberto

Apenas alguns meses após recusar a proposta de Estevam, Thalles Roberto despencou de seu pedestal, e viu suas agendas caírem como em um efeito dominó.
Os músicos de sua banda foram se dispersando, e Doninha, que até então vinha sendo seu fiel escudeiro, também não resistiu.
Cantor gospel Thalles Roberto e  a esposa na Renascer
Thalles Roberto e a esposa sendo consagrados 
Sozinho e sem agenda, Thalles se lembrou da proposta que havia recebido do dono da igreja Renascer.
O cantor, agora um ex-pop-star gospel, e com a opinião pública contra ele, se encontrou com o apostolo Estevam e decidiu aceitar a proposta feita quando ainda estava no auge.

Apesar de tudo, Estevam Hernandes aceitou apoia-lo, e ofereceu um salário de R$100.000,00 (Cem mil reais) mensais.



Em troca, Thalles Roberto lhe daria 30% de todas as agendas, e ficaria a disposição da igreja para eventos e etc.
Thalles aceitou de cara, e saiu em vários sites de notícias gospel que; Thalles Roberto recebia salário milionário na Renascer


Thalles Roberto grava Renascer Praise 19

Meses depois, Thalles Roberto foi a principal voz no Renascer Praise 19.


Esse talvez tenha sido o trabalho do Renascer Praise que menos vendeu em toda a sua história.
A sombra do escândalo ainda seguia o cantor, e tudo o quanto ele fez no Brasil nos meses que sucederam a polêmica, simplesmente não dava certo.
Bispa Sônia começou a partir dai, a perceber que haviam dado um tiro no pé ao contratá-lo.

Estevam reduz o salário de Thalles em 50%

Depois de perceber que Thalles Roberto já não estava mais sendo um bom investimento, o apostolo Estevam Hernandes decidiu diminuir o salário do cantor. O que inicialmente era R$100.000,00 (Cem mil reais), passou a ser R$50.000,00 (Cinquenta mil reais).
Foi ai que Thalles começou a ver que as coisas não estavam mais dando certo aqui no Brasil.

Thalles saiu do Brasil

Sem agenda, Thalles viveu o pior ano desde a polêmica, então ele decidiu sair do Brasil e tentar carreira em alguns países da América latina, onde ele ainda mantinha algum respeito como artista.
Apesar de estar sempre com agenda lotada, as apresentações eram, em sua maioria, em igrejas ou eventos que não tinham tanto glamour, como os que ele estava acostumado no Brasil, sem contar o cachê, longe dos R$60.000,00 (Sessenta mil reais) por show, a que também estava acostumado.

Estevam rompe com Thalles

Longe do Brasil e sem seguir as regra do contrato, Estevam Hernades viu uma oportunidade para simplesmente parar de pagar o salário milionário de Thalles Roberto.
Estevam e Thalles conversaram, e romperam a parceria que já se arrastava por mais de um ano.

Thalles Roberto decide voltar

Sem o salário que recebia da Renascer, e com os baixos cachês recebidos lá fora, Thalles decide voltar ao Brasil.
Porém, ele sabe que não terá espaço para agendas, a menos que admita seu erro e peça perdão aos fãs, cantores, pastores, e a todos que se sentiram ofendidos com suas declarações.
E foi ai que ele decidiu fazer o famoso vídeo se desculpando.

De volta ao Brasil, Thalles reuniu sua antiga banda e trouxe de volta Cacau Santos e os irmãos Aposanpara mostrar que tudo seria como antes.
Mesmo com o pedido de desculpas e os músicos de antes, Thalles segue sem agenda no Brasil, pelo menos não mais como antes.

Se o pedido de desculpas dele foi sincero ou não, só Deus pode dizer, no entanto, isso era quase inevitável, não acham?


sábado, 3 de junho de 2017

III FESTIVAL GOSPEL TARAUACAENSE

A 3ª Edição do Festival Gospel Tarauacaense, realizado pela Rádio Comunitária Nova Era FM no dia 03 de Junho de 2017, foi um verdadeiro sucesso de público e qualidade musical. Com aproximadamente 300 expectadores e 13 grandes talentos da música gospel que se apresentarão de forma impecável sobre o comando do maestro Vanilson e da excelente Banda Base do festival (DAVID - Guitarra; LEANDRO - Baterista; - JÚLIO CESAR - Violão; NETO - Contra-Baixo; NILSON - Teclado, tivemos uma noite gloriosa e emocionante para honra e glória de Jesus, confira os melhores momentos.









VENCEDORA DAS DUAS EDIÇÕES ANTERIORES EM PARTICIPAÇÃO ESPECIAL 










MAESTRO VANILSON NOS TECLADOS E DAVID NA GUITARRA






COMPETIDORAS







JÚLIO CESAR - ÚNICA VOZ MASCULINA DO FESTIVAL E VENCEDOR DO PRÊMIO REVELAÇÃO


DÉBORA PERES - SEGUNDO LUGAR



ELINE RAMOS - VENCEDORA DO FESTIVAL



HELAINE CRISS - TERCEIRO LUGAR



BANDA ADORADORES DO REI  - PARTICIPAÇÃO ESPECIAL






domingo, 28 de maio de 2017

U2 surpreende ao cantar música “gospel” na TV






“Ele te elevará para o lugar mais alto / Ele te levantará quando você chamar/ Ele te dará abrigo da tempestade / Eu acredito na vinda do Reino/ Quando então pessoas de todas as cores /irão se tornar apenas uma/ Você quebrou os elos, soltou as correntes/Você carregou a cruz/E com ela toda a minha vergonha/Você sabe que eu acredito nisso”
Qualquer música que tenha essa letra poderia facilmente ser classificada no gênero gospel; ainda mais se embalada por falsetes e um backing vocal que parecer ter vindo direto do ensaio do coral da igreja.
Mas trata-se de “I still haven’t found what I’m looking for”, um clássico da banda pop U2, que nas últimas décadas vem mantendo-se como uma das mais famosas e influentes do mundo.
Os músicos irlandeses foram os entrevistados na noite de quinta (25) do talk show de Jimmy Kimmel, um dos mais populares do mundo nos últimos meses.
Questionados sobre o atentado ocorrido esta semana em Manchester, Inglaterra, durante um concerto musical, o vocalista do U2, Bono, não usou a palavra muçulmanos, mas foi direto: “Eles odeiam a música, odeiam as mulheres, odeiam até as meninas. Eles odeiam tudo o que amamos e o pior da humanidade estava em Manchester”
Ao comentar a relação da sua música com questões espirituais, os integrantes do U2 lembraram que seu álbum The Joshua Tree (1987) está completando 30 anos e eles ainda continuam cantando músicas que fizeram sucesso então.
Em seguida, para surpresa da audiência, Bono começou a cantar “I still haven’t found what I’m looking for” [Ainda não encontrei o que eu estou procurando] dizendo que era uma “canção gospel para quem tem o espírito inquieto”.
Perto do refrão, ele disse “vamos para a igreja”, para em seguida passar a ser acompanhado por um coral de backing vocals que estavam em meio à plateia do estúdio.
Aos 57 anos, Bono não esconde sua fé cristã e como ela ajudou a moldar sua vida.   Recentemente ele participou de um documentário feito por David Taylor, professor de teologia e cultura no Fuller Theological Seminary, da Califórnia, onde o vocalista do U2 falou sobre sua recente peregrinação a Jerusalém e como o amor de Deus mudou sua vida ainda na adolescência.
Também revelou que iniciou o U2 “tentando preencher o buraco no meu coração com música, com meus companheiros de banda”. Apenas para chegar à conclusão, anos depois, que “a única coisa que podia preenchê-lo é o amor de Deus. Era um grande buraco, mas felizmente Ele oferece um grande amor”.
No documentário, Bono explicou que anda estudando muito a Bíblia e defende que “toda arte é profética”, mesmo que o mundo não esteja ouvindo, ela precisa ser “pregada”.

Assista:

quinta-feira, 4 de maio de 2017

SOMZEIRA...

RONALDO ÉSPER FALA SOBRE HOMOSEXUALIDADE









Ronaldo Ésper: "ser homossexual foi uma maldição"

O estilista Ronaldo Ésper deu uma entrevista exclusiva durante o programa “Fala Que eu Te Escuto”, transmitido pela Rede Record esta semana. Em conversa com o bispo Clodomir Santos, ele deu seu testemunho.
Assumidamente ex-homossexual, ele sentiu-se à vontade para contar o que mudou em sua vida desde que conheceu a Jesus. Recentemente batizado, Ronaldo hoje olha para o passado com tristeza. Contou que, para ele, ser homossexual “foi uma maldição” que teria entrado em sua vida pela obra de uma mulher que faz parte de sua família. Acredita que se trata de uma “maldição familiar”.
Revelou ainda que, quando era criança foi vítima de assédio de um padre que, ao ser rejeitado, por ele, o obrigou a confessar que teria tentado “seduzir” o sacerdote.
Ésper, 73 anos, contou que, por vergonha, nunca assumiu a homossexualidade diante da família. Mas viveu durante muitos anos uma vida sexualmente promíscua. Garantiu ao bispo que, “de uma forma geral, um homossexual é um predador, ele vive caçando”.
Riqueza e fama não foram suficientes para dar paz ao estilista e apresentador de TV. Ele desabafou, dizendo que pensou em suicídio várias vezes. Vindo de uma família muito católica, ele disse saber que a prática era pecaminosa.
“Para mim sempre foi um pecado, mas eu era de uma religião que a gente confessa toda semana e te perdoa”, lembra.
Há cerca de dois anos ele começou a frequentar a Universal, por insistência de sua mãe. Hoje afirma ter sido liberto do desejo homoafetivo e vive uma nova vida. Assegura que não “trocou de religião”, pois o que achou na igreja “é uma fé. É o que está escrito na Bíblia e nós temos que seguir”.
Classificou a experiência na Universal como “fé racional”.
“Se você não está bem dentro de sua casca, venha até aqui”, convidou, dizendo que “aconselharia todo mundo a experimentar”, como ele fez.
Abordando a questão do dízimo, a crítica mais comum às igrejas evangélicas, disse que ninguém lhe pede nada, o que ele dá é por obediência. “É como uma criança que faz um desenho bonito e leva para os pais. O primeiro fruto que cai na sua mão não é nosso é de Deus”.
Assista a entrevista:

quinta-feira, 20 de abril de 2017

UM PONTO DE VISTA MUITO INTERESSANTE SOBRE O JOGO BALEIA AZUL... VALE A PENA CONFERIR

O nome parece inocente, mas os relatos de um jogo apelidado de Baleia Azul têm preocupado os brasileiros por causa dos casos de suicídio - ou de tentativa de suicídio - supostamente ligados à "brincadeira".


Pelo menos três Estados registraram ocorrências do tipo: Mato Grosso, Minas Gerais e Paraíba. Segundo relatos, a ideia do jogo, que tem os adolescentes como alvo principal, é lançar 50 desafios aos participantes via mensagens de WhatsApp - muitos deles requereriam automutilação e incentivariam os jovens a se colocar em situação de perigo. O último seria tirar a própria vida.


Diante da "popularidade" do Baleia Azul, o youtuberFelipe Neto, que tem mais de 10 milhões de seguidores no YouTube, gravou um vídeo para alertar as pessoas - mas não sobre o jogo, que ele chama de "consequência", mas sobre o real problema que leva as pessoas a cometerem suicídio.

terça-feira, 4 de abril de 2017

MUITO MISTÉRIO....

O jovem Bruno de Melo Silva Borges, de 24 anos, está desaparecido desde segunda-feira passada (27). Bruno foi visto pela última vez durante um almoço de família às 14h, na cidade de Rio Branco, no Acre. O caso tomou a internet: ao entrar no quarto do jovem, a família encontrou as paredes repletas de mensagens, símbolos gnósticos, uma estátua do filósofo Giordano Bruno orçada em R$ 7 mil e 14 livros criptografados escritos pelo próprio jovem.
Os livros criptografados estão em posse da Polícia do Civil do Acre, que também está investigando o caso. De acordo com o coordenador da Delegacia de Investigação Criminal (DIC), o delegado Fabrizzio Sobreira, todas as possibilidades estão sendo consideradas, porém, o caso segue em sigilo.
Apesar disso, uma página dos 14 livros criptografados foi fotografada e postada na internet. Não levou muito tempo: ela foi descriptografada e o conteúdo do texto revela algumas ideias escritas por Bruno antes de seu desaparecimento.
O diretor da Antecipe, plataforma de gerenciamento de vulnerabilidades, Igor Rincon, e o líder de desenvolvimento, Renoir dos Reis, montaram um site chamado “Decifre o Livro” para ajudar a descriptografar outras páginas que venham a surgir.
Um vídeo gravado mostra como a família encontrou o quarto de Bruno de Melo Silva Borges. Assista:
“Caminho difícil”
Segundo a mãe de Bruno de Melo, em entrevista ao G1, o jovem não possui problemas psicológicos. “Ele é iluminado. Na escola, sempre foi diferenciado, um líder nato, com um alto poder de persuasão. É um menino de um coração tão bom, que dava as coisas da casa e dele aos outros, como camisetas e calças. Não é porque é meu filho, estou falando do Bruno amoroso, que enxerga a alma das pessoas”, comentou a mãe.
O TecMundo conversou com Igor Rincon para entender qual o padrão encontrado no página de Bruno que foi divulgada na internet. “Eu achei o texto na internet. Encontrei o ‘700’ e, como é um número grande, deduzi que ‘LO’ seria referente à ‘AC’ ou ‘DC'”, explicou sobre o ponto inicial da descriptografação do texto. “Atrás da data, tentei deduzir as palavras que são mais comuns quando se refere à um texto antigo e, então, encontrei os padrões”.
Rincon e Renoir ainda colocaram os caracteres criptografados sobre um teclado físico para entender melhor como o padrão de criptografia. Segundo Renoir, a ideia agora é “centralizar todos esses documentos, quebrar a criptografia e disponibilizar a todos”.
Abaixo, você vê a foto do teclado com os caracteres

A página

Como citado, os livros estão em posse da Polícia Civil. Exatamente por isso, não há como o trabalho de descriptografação seguir adiante — a não ser as páginas sejam liberadas para conhecimento público. Até o momento, a página que foi fotografada é a que você acompanha aqui embaixo.
Perceba que já existem anotações indicando a solução para alguns caracteres.

Agora, você acompanha o texto na íntegra e descriptografado

“Caminho difícil
Por milhares de anos o ser-humano vem tentando encontrar respostas para perguntas como “qual o sentido da vida”? A filosofia que ao que tudo indica, parece ter se iniciado com Tales de Mileto em meados de 700 A.C. visa encontrar vestígios de perguntas sem respostas. A pesquisa profunda pela verdade absoluta advém da filosofia, e quando falamos a respeito de caminhos fáceis ou difíceis estamos nos referindo a esse tipo de teorema.
É fácil aceitar o que desde criança te ensinaram que é errado. Difícil é quando adulto, entender que te ensinaram errado o que desde criança você suspeitou que fosse correto. Em outras palavras, se você se enquadra em algum cujos estímulos do meio lhe determinaram certo comportamento, fazendo com que estivesse a mercê de crenças já providas e bem estabelecidas em dogmas e rituais, com uma massa concentrada de pessoas nela; ou permitindo-o ficar no conformismo, aceitando o conceito de felicidade e de sentido da vida embutido pela mídia e pela sociedade, então claramente você faz parte do caminho fácil para a busca pela verdade absoluta.
Acaso se enquadre na segunda opção, ou seja, aquele que suspeitava de todo conjunto de crenças que lhe foi enraizado, então este tem tudo para ser um investigador da veracidade nas coisas ao seu redor, entrando em um caminho mais complicado, no qual uma minoria se arrisca ou enfrenta com bravura”